Inscreva-se

Inscreva-se

6 erros que impedem a inovação no local de trabalho – Parte I

Back to search results

Logotipo do Sage Advice
Sage AdviceConhecimento para Empresas de Sucesso
Receba a Newsletter Sage AdviceSubscrever
Colegas em chamada de vídeo

Procurar os métodos mais eficientes e as tecnologias mais avançadas é uma constante no quotidiano de empresários e gestores. Mas existem alguns hábitos que distanciam os empresários da inovação – e que muitas vezes estão enraizados na cultura organizacional de um negócio. Neste artigo, vamos olhar para os erros mais comuns dos empresários que os impedem de abraçar a inovação sem limites.

  1. Pensar apenas em (mais) dinheiro

Todas as empresas trabalham tendo em vista o lucro. Contudo, pensar única e exclusivamente nos números e não considerar os gastos necessários para o crescimento pode fazer com que a sua empresa perca o equilíbrio a médio e longo prazo. Algumas ideias precisam de tempo para se desenvolver.

Imaginemos por momentos que, na sua empresa, existe um setor sem perspetivas imediatas de lucro. Isso não significa que o cenário se mantenha assim durante seis meses ou um ano. Mas tenha em mente que, antes de chegar a um modelo ideal, o seu negócio vai lidar com prejuízos. Encarar essas situações como investimento para o futuro é o primeiro passo.

  1. Acumular tecnologia

Estar atento aos constantes avanços no mundo da tecnologia é sempre positivo, mas isso não significa que deve aderir a todas as novidades. Algumas inovações não vão acrescentar nada ao seu negócio, pelo que “investir por investir” vai acabar por se traduzir em perdas para a sua empresa.

A tecnologia de ponta pode ser essencial para o crescimento, mas apenas se for adaptada ao contexto do seu negócio. Se ainda não conseguiu extrair o máximo das ferramentas que utiliza atualmente, contratar novas ferramentas vai tornar tudo mais confuso e dispendioso. Seja criterioso nos seus investimentos em tecnologia.

  1. Foco total na reorganização

Reorganizar a sua empresa e os seus colaboradores em novas funções nem sempre é a solução para os problemas. Em muitos casos, são necessárias mudanças mais drásticas, tanto em termos de tecnologia, como em escolha de talento.

Ou seja, a reorganização pode até ser prioridade, mas dificilmente será a sua tábua de salvação. O excesso de reorganizações pode fazer com que a sua empresa atue de forma “improvisada” mais tempo do que deveria. Seja prático: se precisa de um colaborador para uma determinada área, contrate um especialista e não arrisque em adaptações de última hora.

Na segunda parte deste artigo, continuaremos a analisar atitudes no caminho de um negócio mais inovador.

Sage X3

Um negócio em expansão precisa de soluções rápidas e de utilização ágil. Assegure a melhor gestão financeira e uma produção e distribuição intuitiva e adaptável ao mercado. Ganhe competitividade e produtividade com o ERP certo.

Descubra mais

Deixar uma resposta