Inscreva-se

Inscreva-se

Modelo de plano de negócios para empresas de retalho online e e-commerce

Back to search results

Logotipo do Sage Advice
Sage AdviceConhecimento para Empresas de Sucesso
Receba a Newsletter Sage AdviceSubscrever

O e-commerce está em alta. Cada vez mais pessoas escolhem fazer compras a partir do conforto das suas casas, deslizando os dedos e clicando para navegar, comparar e comprar com facilidade, em vez de enfrentarem as ruas comerciais apinhadas. É, sem dúvida, uma boa altura para lançar um negócio de retalho online e sabemos que pode ser tentador começar imediatamente. Mas independentemente de quão fantástica possa ser a sua ideia, é sempre melhor fazer o trabalho de casa e criar um plano de negócios sólido antes do lançamento.

O que é um plano de negócios?

Um plano de negócios define as orientações da sua ideia de negócio, analisa os pontos fortes e fracos, a concorrência e o mercado. Também define os seus objetivos SMART (específicos, mensuráveis, realizáveis, pertinentes e datados) e o desempenho financeiro estimado. Por outras palavras, é o plano estratégico da sua empresa e, quando bem feito, pode ajudá-lo a conseguir parceiros, investidores, subsídios, empréstimos e outras fontes de financiamento. Outra coisa que pode ajudar, tanto na criação do plano de negócios como no planeamento do mesmo, é a Ferramenta de Gestão do Plano de Negócios.

Será que os pequenos retalhistas online precisam realmente de um modelo de negócios?

Acreditamos que sim. Quando comparado com uma empresa com presença física tradicional, criar um negócio de comércio eletrónico pode ter poucos custos. Pode não ter de se preocupar com o preço do imobiliário comercial ou até mesmo não precisar de um empréstimo bancário ou de um investidor. No entanto, os planos de negócio não servem só para atrair investimento – fazer a pesquisa e passar o seu plano para o papel faz com que este tenha mais hipóteses de ser bem-sucedido. Deve considerar vários fatores no processo de elaboração de um plano de negócios, incluindo os seguintes:

Distribuição

Pense no custo e na logística que a distribuição do seu produto implicará, incluindo o envio de produtos digitais – ou ainda como torná-los acessíveis aos clientes.

Vendas

Há muitas formas de vender produtos pela Internet, incluindo as lojas online, blogues, leilões online e também as redes sociais.

Marketing

O crescimento explosivo do e-commerce e o facto de ser relativamente fácil criar um negócio online, também significa que a concorrência é grande. Se quiser destacar-se dos restantes, investir no marketing é fundamental.

Site

Para um retalhista online, o seu site é a sua loja. Para impressionar os visitantes, este terá de ter bom aspeto e de incluir apelos claros à ação. Deverá ainda ser informativo, intuitivo e de simples navegação.

Redes sociais

Na ausência de colaboradores no terreno ou de um call center, é muito provável que os clientes se sirvam das redes sociais para interagir com a sua marca e pedir ajuda. Terá tempo para responder?

É importante redigir um plano de negócios, especialmente se está à procura de investimento para a sua empresa de e-commerce.

Porque deve redigir um plano de negócios

Se decidir que quer um empréstimo comercial ou que quer atrair um investidor, é quase certo que precisará de um bom plano de negócios. Use-o para identificar ameaças e desafios, encontrar soluções, criar uma proposta de venda única e, sobretudo, para conhecer a concorrência. Trabalhar o seu modelo de financiamento e o rendimento esperado vai ajudá-lo a demonstrar de que forma a sua ideia de negócio gerará mais lucro e crescimento ao longo do tempo.

Estabelecer objetivos SMART, como o lançamento de um novo produto, servirá de orientação e constituirá uma referência para o desempenho do seu negócio. Investigar o seu público-alvo ajudá-lo-á a compreender melhor os respetivos hábitos de consumo e preferências, lançando as bases da sua estratégia de marketing.

Como redigir um plano de negócios para empresas de retalho online e de e-commerce

Normalmente, um plano de negócios deve incluir as seguintes secções:

  • Resumo
  • Visão geral do negócio
  • Objetivos
  • Público e mercado
  • Produtos e preços
  • Marketing
  • A equipa
  • Finanças empresariais

Como aproveitar ao máximo o seu plano de negócios

Com o tempo, é natural que o seu negócio e o mercado em que está inserido mudem e a ideia é que o seu plano de negócios reflita esta realidade. Reveja o plano todos os anos e atualize-o no caso de ter havido alterações na empresa, na tecnologia, na concorrência ou no mercado que possam ter um impacto no seu plano. Verifique os objetivos SMART todos os meses para ver se está no caminho certo e acrescente quaisquer contributos úteis ou testemunhos de clientes.

Precisa de ajuda com o seu plano de negócios?

O seu contabilista ou o consultor do seu banco para pequenas empresas devem ser capazes de resolver as suas dúvidas.