search icon

Casos de Sucesso

Sage Foundation

Temos uma paixão pelas nossas comunidades e oferecemos às pessoas as ferramentas para fazerem a diferença

Estes são apenas alguns dos projetos que a Sage Foundation tem a honra de apoiar

 

Em 2016, o CEO da Sage, Steve Hare, assumiu um compromisso arriscado.

Disse às pessoas que faria algo que odiava se o patrocinassem - correria. E não apenas uma pequena corrida leve de vez em quando - mas uma promessa de correr 500k. Não todos de uma vez, claro.

Tudo isso era para angariar fundos para o "Cramlington Voluntary Youth Project (CVYP)", uma pequena instituição de caridade que oferece uma série de oportunidades para ajudar os jovens no nordeste da Inglaterra. Essa instituição fornece serviços seguros e de fácil utilização, que vão ao encontro das novas necessidades dos jovens de diferentes idades e competências, trabalhando com cerca de 250 jovens todas as semanas.

Steve não era nada que se parecesse com um corredor, sendo um espetador confesso em vez de participante quando se tratava de desporto. "Ginásio - claro que sim. Eu até tive um problema com um wakeboard em férias" - mas isso foi tudo.

A família e os amigos não tinham a certeza do seu plano. “Fui confrontado com uma mistura de risos e de preocupação pelas minhas articulações.”

O truque era começar devagar e não exagerar, misturando corrida e caminhada. Nem sempre foi fácil - especialmente nos meses de inverno, com chuva e frio. O principal era lembrar-se por que razão estava a fazê-lo. “Sempre que queremos encontrar uma razão para desistir é necessário saber por que motivo estamos a correr. Como os homens de negócios gostam de dizer - encontre o seu motivo."

E, em pouco tempo, não foi apenas Steve que encontrou o motivo. O que começou como a sua viagem pessoal de angariação de fundos alargou-se a toda a equipa de finanças da Sage até se tornar mundial. 

Para colocar 500k em contexto, trata-se de cerca de -

Cinco maratonas ...

56 vezes a extensão da Grande Muralha da China ...

E 73 vezes a extensão do Nilo.

Agora, Steve propôs-se um novo desafio - elevar o total angariado para o CVYP para £150.000 - ajudando a Fundação Sage a aproximar-se da ambiciosa meta de USD 2 milhão. A quantia angariada destinar-se-á a ajudar a instituição de caridade a construir um novo centro recreativo - proporcionando aos jovens desfavorecidos da região a oportunidade de aceder a ciclismo, campismo, arco e flecha, vela, desportos aquáticos, caminhadas históricas e muitas outras atividades, geralmente pela primeira vez.

Uma coisa é certa - Steve já não pode dizer que não é corredor.

Participe no desafio de USD 2 milhão da Sage hoje mesmo.

 

No Dia de Mandela, na África do Sul, os cidadãos são convidados a doar 67 minutos do seu tempo, que serão devolvidos às suas comunidades. Os colaboradores da Sage levaram a sério este apelo e organizaram um dia de voluntariado com a Afrika Tikkun, uma instituição de caridade que trabalha em prol de um futuro em que as crianças e jovens de hoje serão os cidadãos produtivos de amanhã. Os colaboradores da Sage dedicaram o dia a trabalhar com crianças em Diepsloot, uma área pobre ao norte de Joanesburgo. Diepsloot tem uma elevada taxa de desemprego dos jovens e carece de programas de desenvolvimento para crianças. À semelhança do estatuto socioeconómico da área, os moradores vivem um colapso nas estruturas familiares e lutam por um futuro melhor. Em parceria com a Afrika Tikkun, os colaboradores da Sage ofereceram às crianças atividades divertidas e educativas.

"Como avaliar o sorriso no rosto de uma criança quando ela vive em tão abjeta pobreza e, durante uma manhã, a ajudamos a esquecer tudo isso?” afirmou Joanne van der Walt, gestora do Programa da Sage Foundation para África. “Estou muito feliz por nos termos unido para viver a alegria do voluntariado e fazer a diferença nas vidas destas crianças.” Os voluntários organizaram um workshop sobre Aptidões de Carreira, com base no modelo de apoio “do berço à carreira” da Afrika Tikkun. Durante o workshop, os colaboradores da Sage referiram o modo de gerir uma marca pessoal nos meios de comunicação social, redigir um CV da melhor forma e ser bem-sucedido numa entrevista de emprego. Além disso, os voluntários da Sage ajudaram crianças dos 4 aos 8 anos a decorar bolinhos com açúcar e guloseimas, o que acrescentou uma vertente doce e criativa ao dia. "Vamos de certeza voltar a ser voluntários da Afrika Tikkun", afirmou Joanne. “Foi a maneira perfeita de ajudar os necessitados no Dia de Mandela e os nossos funcionários adoraram a experiência de trabalhar com crianças.”