Inscreva-se

Inscreva-se

Inovação Produtiva em Territórios de Baixa Densidade

Back to search results

Logotipo do Sage Advice
Sage AdviceConhecimento para Empresas de Sucesso
Receba a Newsletter Sage AdviceSubscrever
Mulher de negócios em fábrica com tablet

Para revitalizar os Territórios de Baixa Densidade, o Governo tem lançado programas e estratégias que promovem a fixação de empresas nestas localizações, contribuindo para um maior equilíbrio territorial, económico e demográfico.

Na regulamentação do PT2020, a classificação “baixa densidade” está aprovada para 165 municípios e 73 freguesias, correspondendo maioritariamente à faixa interior do nosso território (Deliberação CIC 55/2015, alterada pela Deliberação CIC 20/2018).

Assim, se o seu cliente pretende aumentar e reforçar o investimento empresarial em atividades inovadoras (produto, processo, métodos organizacionais e marketing), este é o incentivo que ajuda novos projetos de empresas que pretendem concretizar movimentos de fixação ou expansão nestes territórios, recorrendo a fundos comunitários do PT2020.

O apoio especializado às candidaturas é fundamental para valorizar os projetos e transformar as oportunidades em realidades rentáveis. Os desafios são inúmeros, e exigem qualificações específicas e informação especializada sobre os programas.

O Incentivo Reembolsável é atualmente concedido através de um financiamento bancário sem juros, que tem de ser aprovado pelo banco indicado na candidatura.

 

  1. Sistema de Incentivos à Inovação Produtiva – Territórios Baixa Densidade:

As candidaturas à última fase do Sistema de Incentivos à Inovação Produtiva – Territórios Baixa Densidade terminam a 7 de setembro de 2020.

O incentivo pretende reforçar a capacitação empresarial das PME para o desenvolvimento de bens e serviços, através do investimento empresarial em atividades inovadoras e qualificadas que contribuam para a sua progressão na cadeia de valor.

Abrange todas as empresas que fazem investimento produtivo em atividades inovadoras e trata-se de um incentivo híbrido (50% não reembolsável e 50% reembolsável), com uma dotação de 109,73 milhões de euros na parte não reembolsável. Possui taxas de incentivo até 75%.

 

  1. Sistema de Incentivos IDT CoPromoção:

Quanto ao Sistema de Incentivos IDT CoPromoção, no domínio da Competitividade e Internacionalização, eixo da Investigação, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, as candidaturas da última fase podem ser entregues até dia 15 de setembro de 2020.

As prioridades são orientadas para a valorização dos Territórios do Interior, através do investimento em I&D.

Estes apoios destinam-se a projetos, que em parceria com uma entidade do sistema científico e tecnológico nacional, gerem mais inovação, mais exportações e postos de trabalho mais qualificados, e contribuam para a convergência regional e para a economia portuguesa.

Para terminar, o contexto do coronavírus gerou necessidades e também gerou oportunidades para os territórios de baixa densidade, fazendo com que o relançamento económico aposte em incentivos de relocalização de empresas no interior do país.

Para tal, foi aprovado no passado dia 4 de junho,  o Programa de Estabilização Económica e Social (PEES), que vigorará até ao final do ano.

Este programa assenta em quatro pilares, institucional, empresas, emprego e social.

Destacamos a Inovação COVID/ I&D COVID, com novos avisos que exigem rapidez na preparação e submissão das candidaturas. A Yunit possui uma equipa especializada pronta para analisar os novos projetos, garantindo qualidade e velocidade na resposta às necessidades dos nossos clientes.