Inscreva-se

Inscreva-se

10 ideias para otimizar a gestão do armazém numa PME

Back to search results

Gerir adequadamente os armazéns de uma organização é vital para o sucesso da empresa. Uma boa configuração logística permitirá que as encomendas entrem e saiam a tempo e em ótimas condições.

Isto afetará a qualidade, profissionalismo e confiança que é oferecido aos clientes. Por isso, aqui tem 10 ideias para otimizar a gestão do armazém numa PME. Um pavilhão para armazenamento pode tornar-se numa autêntica tortura para uma empresa que não soube delinear o seu roteiro.

A gestão de um armazém deve ser otimizada. Evitar o caos e fazer com que tudo esteja permanentemente sob controlo poupará trabalho e traduzir-se-á em qualidade extra para o cliente.

1. Procure uma solução para o picking

O sistema de receção de mercadorias é o centro de armazenagem e os preparativos das encomendas devem estar isentos de erros. Para isso existem no mercado soluções de software de gestão do armazém que indicam aos operadores a localização exata dos produtos. Isto permite escolher a melhor forma de estabelecer a ordem de recolha das encomendas em função dos critérios escolhidos e da localização.

2. Digitalize um armazém caótico

O armazém caótico ou multi-armazém caracteriza-se por ter o mesmo tipo de produto armazenado em diferentes locais do pavilhão. A forma de rentabilizar este sistema de armazenamento é através da informatização.

Com uma solução informática os operadores não têm que decorar todas as localizações nas quais um produto poderá estar. Também não há espaços mortos. Os espaços vazios são usados para armazenar qualquer produto que necessite de um lugar.

Uma vez que a solução mostra instantaneamente o local onde se encontra a mercadoria, não é necessário que esteja tudo no mesmo lugar. Desta forma poupa-se espaço e tempo de armazenamento. Também se mantém o stock sob controlo e o tempo de preparação dos pedidos é reduzido.

3. Utilize o cross docking

Se o tipo de material ou mercadoria o permitir, o cross docking será a técnica mais eficiente para transporte logístico. O “cruzamento de cais” pretende que o tempo de armazenamento seja reduzido ao mínimo ou até tornar-se nulo.

Um caso muito evidente seria o dos pallets. Recebe-se a encomenda e no mesmo meio de transporte em que chegaram são transferidos.

4. A importância do layout

Antes de começar, executar um bom layout irá ajudá-lo a aproveitar ao máximo o espaço de que dispõe: altura, larguras, colunas, superfície… Estas etapas prévias serão fundamentais para evitar estrangulamentos e traçar rotas que permitam trabalhar com mais rapidez.

As zonas de carga e descarga, de receção, de armazenamento, de preparação das encomendas e de expedição são determinadas com o plano.

Inteligência Artificial

Aceda gratuitamente ao ebook sobre a Inteligência Artificial.

Download gratuito

5. Aproveite a automatização

Procure aproveitar as vantagens da automatização dos processos de trabalho. Com isso poupará pessoal em tarefas repetitivas, perigosas ou de baixa qualificação. Em vez disso, poderá destinar o seu pessoal a trabalhos mais produtivos.

6. Tire partido do espaço vertical

O espaço é um dos aspetos mais importantes na gestão do armazém. Aproveitar este recurso estará a poupar-lhe dinheiro. Utilize opções como o pallet racking ou armazenamento de pallets em prateleiras. É uma das fórmulas mais simples de implementar e ajuda a ganhar muito espaço.

7. Implemente o Sistema LEAN

O Sistema LEAN impulsionará a sua cadeia de fornecimento, reduzirá os custos e imprimirá rapidez à produção. Terá que conceber um fluxo de trabalho que ofereça o máximo valor aos seus clientes utilizando os mínimos recursos possíveis.

Para isso deverá eliminar os chamados “desperdícios” ou bens que se esbanjam e aumentam o tempo de produção e o custo: sobreprodução, transporte, inventario, tempos de espera, procedimentos desnecessários…

8. Especialize a mão-de-obra

Se profissionalizar o armazém ganhará em precisão. Para o efeito, os empregados devem ser formados e dispor de todos os conhecimentos de que necessitam para realizar o seu trabalho. A especialização da mão-de-obra é uma forma de aumentar a eficácia e evitar “desperdícios”.

9. Crie um bom ambiente de trabalho

Otimize a distribuição da mercadoria e estará a poupar deslocamentos desnecessários e a facilitar o picking. Evite, na medida do possível, o transporte de cargas pesadas. Para isso, não hesite em investir em carrinhos de mão, carrinhos de transporte e porta-paletes. Melhorará a segurança no trabalho e evitará riscos e acidentes.

10. Realize avaliações periódicas

Avalie de vez em quando o funcionamento do sistema de armazenamento. Saberá como evolui e quais as necessidades que as instalações vão exigindo.

A gestão de um armazém necessita de uma otimização permanente dos processos. O objetivo é conseguir o maior grau de eficiência.

Estes 10 conselhos serão úteis, mas não se esqueça de dedicar tempo ao progresso contínuo e a fazer avaliações para saber o impacto das ações que tomar.

Receba a newsletter Sage Advice

Inscreva-se para receber o boletim do Sage Advice e receba os conselhos mais recentes diretamente no seu e-mail.