Inscreva-se

Inscreva-se

Como fazer um processo de onboarding bem-sucedido, passo a passo

RH e Liderança

Como fazer um processo de onboarding bem-sucedido, passo a passo

Vivemos numa época de mudanças no âmbito laboral. Os colaboradores vivem em diferentes países, implementaram-se modelos híbridos de trabalho, e a forma de comunicarmos e trabalharmos uns com os outros também se alterou. 
Consequentemente, os processos de onboarding de talento também devem evoluir no sentido da sua otimização.

  • Um estudo elaborado pela Headway afirma que 75% dos profissionais não têm uma boa recordação da sua fase de integração na empresa. 67% dizem que a informação facilitada pela organização durante o processo de seleção não se ajustava à realidade.
  • Quer evitar que isto venha a suceder na sua empresa? Oferecermos-lhe aqui algumas dicas de como otimizar um processo de onboarding de talento na sua empresa.

Alguns dos erros mais frequentes assinalados pelos candidatos nos processos de onboarding são:

  • A falta de informação
  • Uma apresentação incompleta da equipa diretiva e humana
  • A falta de acompanhamento posterior (follow-up)

Para evitar estes erros é necessário conhecer a fundo o processo. Para o ajudar, apresentamos-lhe alguns aspetos sobre como fazer o onboarding de talento.

O primeiro aspeto a ter em conta é que o processo de onboarding começa muito antes de o colaborador ser incorporado de forma efetiva na empresa. Um bom processo de onboarding aumenta a produtividade em 70%.

Que vantagens tem a implementação de um processo eficaz de onboarding de talento na sua empresa?

Implementar um processo de onboarding efetivo trará benefícios à sua empresa tanto a curto como a longo prazo, dos quais destacamos:

  • Redução de dúvidas e mal-entendidos.
  • Integração dos valores da empresa, logo desde o início, pelo colaborador.
  • Aumento da produtividade do colaborador desde o momento da sua incorporação.
  • Redução da rotatividade de pessoal na empresa.
  • Melhoria do ambiente de trabalho.
  • Incremento da capacidade de atração e retenção de talento.

Descubra como conceber e implementar um processo de onboarding na sua empresa

Convém lembrar que as empresas são feitas de pessoas. Assim, os colaboradores (tanto os já contratados como os potenciais) devem estar sempre no centro da sua estratégia de negócio.

Elaborar um processo de onboarding efetivo implica conhecer as fases do processo, que são as seguintes:

Um estudo realizado pela People Fluent Research mostra que 25% das saídas de colaboradores se dão nos primeiros 45 dias.

Conceber o processo

Para conceber o processo, deverá ser capaz de responder a várias perguntas e saber:

  • Em que momento começa
  • Quanto tempo dura
  • O que se pretende transmitir sobre a cultura corporativa da organização
  • Outros

O processo de onboarding deve começar antes de o colaborador ser incorporado.

Faça com o colaborador se sinta parte da equipa antes mesmo de começar a trabalhar.

Definir os objetivos

Tal como vimos no início desta publicação, quase 70% dos colaboradores consideram que a informação que lhes é facilitada pelas empresas sobre a função a desempenhar não corresponde à realidade. De modo a evitar este inconveniente, deverão ser tomadas medidas para que o colaborador conheça a fundo as tarefas que irá realizar, assim como os valores e princípios da empresa.

Acompanhar a integração

É importante que o colaborador se sinta sempre acompanhado. Concentre-se na pessoa, evitando que as tarefas diárias do negócio o distraiam do seu novo colaborador. Pode também designar uma pessoa da equipa para o acompanhar em permanência e esclarecer quaisquer dúvidas que surjam.

Oferecer feedback ao colaborador

Se o colaborador não souber aquilo que faz bem e aquilo em que pode melhorar, como poderá evoluir? Não perca a oportunidade para comentar o trabalho realizado, tanto aquilo que foi bem feito como o que foi menos conseguido. Mas sempre com assertividade e empatia.

Conhece a chave da otimização do processo de onboarding?

Uma das ferramentas mais eficazes para otimizar o processo de onboarding é a utilização de um software que automatize as principais tarefas e lhe permita concentrar-se no seu negócio de modo a fazê-lo crescer, reduzir custos e trazer satisfação aos seus colaboradores.

Em suma, trata-se de utilizar a tecnologia a seu favor para que esta realize o trabalho duro, sem erros e de forma segura.