Inscreva-se

Inscreva-se

Já ouviu falar de Employer Branding?

Back to search results

Logotipo do Sage Advice
Sage AdviceConhecimento para Empresas de Sucesso
Receba a Newsletter Sage AdviceSubscrever
Grupo de colaboradores

Em 2018, 31% dos trabalhadores no mercado em Portugal planeavam mudar de emprego no ano seguinte. A redução da taxa de desemprego e uma crescente confiança no mercado não só aumentaram a intenção de mudança, como a sua concretização. A competição por talento é agressiva, e é aí que entra o Employer Branding.

Employer Branding

É a reputação que uma empresa tem como entidade empregadora, ou seja, o quão atraente é para potenciais candidatos. No passado, os negócios esforçavam-se por oferecer os melhores serviços, em linha com a concorrência. Agora, está comprovado que a imagem que um negócio acarreta tem igual impacto na opinião dos seus consumidores, como a qualidade dos seus produtos e serviços.

Assim nasceu a ideia de Employer Branding, um conceito amplo que envolve toda a empresa num único esforço: atrair e reter o melhor talento, para que mais tarde usufrua das ideias e estratégias mais inovadoras e que consequentemente atrairão o cliente final. A verdade é esta: os estudos defendem que uma boa experiência de cliente começa com uma boa experiência de trabalhador.

A sua empresa tem um bom Employer Branding?

Para atrair o talento que procura, deve investir neste pilar estratégico da sua empresa. Comece pelos seus colaboradores pois são os melhores embaixadores do seu negócio! Analise a taxa de absentismo e a rotatividade que dirá muito sobre o empenho dos colaboradores. De seguida, recolha também feedback junto das suas equipas, sobre as condições de trabalho, satisfação sobre progressão de carreira e identificação com valores da empresa. Toda esta informação é preciosa e desenhará os primeiros passos da estratégia de Employer Branding da sua empresa.

Sage 100cloud

Sage 100cloud Recursos Humanos
Solução para as empresas que trabalham para os seus colaboradores

Descubra mais

Recrutamento informado e pensado

As gerações mais novas, ao entrarem no mercado de trabalho na era digital, têm expectativas diferentes em relação ao recrutamento e aos seus empregadores. Conhecem as empresas – políticas de trabalho, desenvolvimento pessoal, benefícios, posição social – muito antes de alguma vez lá começarem a trabalhar. Todas estas facetas pesam no Employer Branding de cada empresa.

De uma forma prática, o Employer Branding deve comunicar sempre e de uma forma clara a realidade dos valores e condições da sua empresa. Considere a comunicação externa e a interna. Por um lado, os seus colaboradores atuais são os seus melhores embaixadores. Por outro lado, deve comunicar externamente a cultura e o ambiente de trabalho da sua empresa, por forma a aliciar candidatos. O objetivo final é atrair o talento certo que, após um recrutamento transparente, florescerá numa empresa com a qual se identifica.

Employer Branding não termina com a rescisão de contrato

Deve apostar não só em recrutar e reter as pessoas mais qualificadas mas também estender a melhor cultura de trabalho até às saídas dos seus trabalhadores. A verdade é que estes colaboradores continuarão a moldar a imagem da sua empresa fora de portas. Com uma experiência igualmente positiva durante o contrato e após o final do mesmo, os seus colaboradores continuarão a promover a imagem certa do seu negócio.