Inscreva-se

Inscreva-se

Os desafios de um empreendedor

Back to search results

Mulher em restaurante

Um empreendedor quer-se sem medo de arriscar, ainda que com os pés bem assentes na terra, e com capacidade de trazer para o mercado ideias e projetos que acrescentem e tragam algo de novo. Mas é fundamental que seja também alguém resiliente, preparado para os imprevistos que vão surgir e que saiba não desanimar ao primeiro obstáculo, perseverando sempre que for possível e enquanto fizer sentido.

Com ou sem pandemia, seja qual for o estado do mundo, empreender é sempre um ato de coragem, pautado pela adversidade e pelas dificuldades até que se chegue ao momento em o negócio se possa considerar um sucesso.

Quais são, então, os grandes desafios?

Trabalhar muito

Nada se conquista sem esforço. Não basta ter uma boa ideia de negócio. Um empreendedor terá de trabalhar muito e não ter medo de arregaçar as mangas. Até vingar e gozar de uma posição mais consolidada no seu mercado, será preciso lutar muito e com esforço, sob pena de se tornar em mais um caso a juntar-se às estatísticas que mostram que boa parte das start-ups ficam pelo caminho.

Superar barreiras burocráticas

Por mais dinâmico e inovador que seja um empreendedor, é certo e sabido que haverá sempre um momento em que o peso da burocracia tenderá a abalar o entusiasmo da criação. Mas não se deixe desmotivar. É só mais um desafio e, empreendedor que é empreendedor, é resiliente e vencerá este e outros tantos obstáculos no caminho.

Conseguir antecipar o que aí vem

Ao contrário de uma grande empresa, um negócio em fase de arranque tende a ser mais vulnerável. É mais flexível, o que pode ser uma mais valia, mas pode estar também mais desprotegido. Se, por um lado, o empreendedor é alguém que vê além do momento presente, antecipando necessidades ou criando tendências futuras, tem o dever de, pelo menos, procurar prever riscos. A preparação é fundamental.

Manter a capacidade de inovar, a cada segundo

Um empreendedor é um solucionador de problemas. É alguém que, contra a desconfiança que o que é novo sempre gera, arriscou e decidiu propor algo diferente. Esse espírito inovador, que ditou o arranque de um projeto, será uma competência fundamental para fazer face aos percalços que surgirão e à concorrência que se atravessará no caminho.

Uma gestão “à prova de bala”

Uma ideia inovadora e um bom produto ou serviço não são, infelizmente, quanto basta para ditar o sucesso de um negócio. Todos conseguimos pensar em histórias de empreendedorismo que atingiram a glória para logo a seguir caírem em queda livre. Uma boa gestão empresarial, eficiente, ágil e profissional, é indispensável para que um negócio vingue. Ter os quadros certos e parceiros à altura é crucial.

Tranquilidade e sangue frio

Manter a calma e não desesperar é um dos grandes desafios de um empreendedor, que terá pela frente imprevistos, motivos de desânimo e tantos outros sustos. Conseguir controlar a ansiedade e ter a serenidade de responder de forma adequada aos sobressaltos é uma valência preciosa para qualquer negócio de empreendedorismo.

Saber liderar

Um empreendedor tem de ser muitas vezes, e por inerência, um líder. Escolher as pessoas certas, conseguir coordenar e motivar equipas, não ter medo de tomar decisões, mas também ser capaz de delegar são requisitos decisivos para uma liderança – e, portanto, para um negócio – de sucesso.

Um negócio criado de raiz é algo em que se coloca um cunho pessoal, em que há um grande envolvimento do empreendedor e que será sempre, por isso, uma experiência rica e proveitosa, quer o projeto fique pelo caminho ou vingue no mercado. O percurso não é fácil, mas, se for bem-sucedido, e financeiramente recompensador claro, poucas coisas serão tão gratificantes.

Receba a newsletter Sage Advice

Inscreva-se para receber o boletim do Sage Advice e receba os conselhos mais recentes diretamente no seu e-mail.