Inscreva-se

Inscreva-se

As palavras que devem constar no dicionário de um novo empresário

Tendências e Insights

As palavras que devem constar no dicionário de um novo empresário

Para quem agora se inicia no mundo dos negócios e do empreendedorismo, há toda uma nova aprendizagem a fazer quanto à gíria inerente a este mundo empresarial. Dar início a um projeto implica conhecer alguns termos importantes, o que é o mesmo que dizer que há aspetos que é obrigatório ter em conta quando se começa um negócio. Aqui fica uma lista de termos essenciais que importa, desde já conhecer.

 

  1. Modelo de negócio

É, depois da ideia de negócio, a base de tudo. É o primeiro draft de como uma empresa, startup, ou empreendedor prevê ganhar dinheiro com o seu projeto. Terá de explicar, nomeadamente, que produtos ou serviços irá vender, como os pretende comercializar, que gastos prevê ter de suportar e como espera conseguir criar valor e ter lucro.

 

  1. Cash-flow

O fluxo de caixa é o movimento de entrada e saída de dinheiro do seu negócio. O que se pretende é que o fluxo de receita que entra seja superior à saída de dinheiro via despesas com o negócio.

 

  1. Custos: fixos e variáveis

Nos custos de uma operação, há gastos que são fixos – independentes do volume de negócio existente em cada momento – e que estão relacionados com o pagamento de salários, o custo com os espaços onde a atividade decorre, os custos administrativos, as despesas com marketing, entre outros. Já os custos variáveis dependem do número de bens produzidos e da procura de bens e serviços verificada e incluem, por exemplo, as matérias-primas.

 

  1. Lucratividade

Mede quanto da faturação é efetivamente retido na forma de lucro, descontados os custos inerentes à disponibilização de um dado bem ou serviço. A margem de lucro pode ser bruta (antes de impostos) ou líquida se descontadas as despesas fiscais.

 

  1. Break-even

O exato momento num negócio em que as receitas igualam os gastos. Ou, num negócio novo, o momento em que o investimento inicial realizado se paga, deixando de consumir capital e começando a gerar retorno.

 

  1. Retorno do investimento

É o que se ganha ou perde em resultado de um investimento realizado, tendo em conta o que foi gasto na implementação desse projeto ou negócio. É o rácio entre o lucro líquido e o custo do investimento.

 

  1. Business Angel

Investidor que apoia projetos e empreendedores, funcionando por regra como ‘ponte’ de passagem da fase inicial de autofinanciamento para a de angariação, nomeadamente, de capital de risco. Fazem-no graças à sua capacidade financeira, mas também experiência no desenvolvimento e impulsionamento de novos negócios.

 

Sage One

Software de faturação online para empreendedores.

Experimente 30 dias grátis

  1. Capital de Risco

Forma de financiamento em que o negócio abdica de parte do capital e do controlo da gestão, por um período limitado de tempo, para angariar investimento que permita fazer crescer e impulsionar a atividade.

 

  1. Incubadoras e aceleradoras

São dois conceitos que surgem muito associados ao mundo das startups mas que têm significados muito distintos. As incubadoras são espaços de trabalho, coaching e apoio (não financeiro) a empreendedores e empresas que estão numa fase inicial. Já as aceleradoras são programas destinados a ajudar as startups e impulsionar uma ideia de forma mais rápida, nomeadamente através da orientação para a angariação de fundos.

 

  1. Indústria 4.0

É o contexto em que qualquer novo negócio terá de se mover e que convém por isso ter presente. Também denominada de quarta revolução industrial, diz respeito à crescente automação das atividades económicas e aumento do volume de processamento de dados e que engloba a chamada ‘Internet das coisas’ (IoT), a ‘Internet das coisas’ industrial, a manufatura inteligente, a inteligência artificial e o ‘cloud computing’.

 

Inteligência Artificial

Aceda gratuitamente ao ebook sobre a Inteligência Artificial.

Download gratuito