Inscreva-se

Inscreva-se

A razão por que devem atualizar os programas de contabilidade hoje – Parte II

Back to search results

Logotipo do Sage Advice
Sage AdviceConhecimento para Empresas de Sucesso
Receba a Newsletter Sage AdviceSubscrever
Mulher de negócios à secretária com papéis

A razão por que devem atualizar os programas de contabilidade hoje – Parte II

Muitas organizações e muitos Contabilistas Certificados ainda não estão sensibilizados para a necessidade de uma preparação antecipada da submissão do SAF-T (PT) de contabilidade, relativa ao ano de 2019. De uma forma prática, esta ação acontecerá apenas em 2020 – ou em agosto de 2019, no caso de qualquer empresa que cesse atividade. No entanto, esta atualização informática, que agilizará processos, exige que tomem ação com a maior urgência.

O SAF-T (PT) de Contabilidade resulta da exportação de todos os registos que um contabilista insere no seu programa de Contabilidade. Por isso, mesmo uma atualização da vossa aplicação em 2020 virá demasiado tarde para garantir a correta exportação dos dados do ano fiscal atual.

É premente que atualizem os vossos procedimentos de trabalho para pouparem tempo no futuro. Gabinetes de Contabilidade com centenas de clientes que não se inteirem sobre estas alterações prontamente podem vir a despender semanas e semanas de trabalho extra em 2020. Imaginemos que cada empresa-cliente venha a exigir um dia de trabalho extra para correção do seu SAF-T (PT). Em 2020, podem deparar-se com um atraso de 100 dias de trabalho. Assim, se revela a necessidade de optar por uma aplicação automatizada, que melhore o fluxo de trabalho com validações e mecanismos de alerta.

A coima para quem não entregue o ficheiro de auditoria tributária dentro do prazo pode ir até aos 7 500€. Esse valor pode duplicar, com a soma de outra coima pela não entrega do IES, que está dependente do mesmo ficheiro SAF-T (PT).

As soluções Sage for Accountants, Sage 100cloud Contabilidade e Sage 50cloud Contabilidade têm várias vantagens, entre elas:

  • Assegurar que os registos contabilísticos apenas ocorram em contas com taxonomia atribuída;
  • Facilitar a atribuição de taxonomias às contas do plano;
  • Oferecer diagnósticos rápidos, em qualquer fase de processos, além de validação de saldos esperados por taxonomia; e
  • Opção de assistência e validação nos apuramentos de resultados.

As aplicações Sage estão em processo de obtenção do Selo de Validação AT (SVAT). Assim, a AT certificará que a aplicação exporta o ficheiro SAF-T (PT) dentro de todos os conformes. Este selo comprovará ainda que a aplicação possui mecanismos de alerta e de validação de incoerências nos dados contabilísticos. Com Sage, a preparação para a entrega da nova IES/DA pode ser feita com antecipação e tranquilidade.