Inscreva-se

Inscreva-se

Como o blockchain está a mudar o software tradicional das empresas

Back to search results

Neste artigo analisamos a forma como o blockchain está a transformar os processos internos das empresas.

O blockchain caracteriza-se pela sua inviolabilidade, tornando as empresas mais seguras e evitando que os hackers possam aceder aos seus dados. Por isso, há empresas que estão a apostar na integração desta tecnologia nos seus sistemas ERP, de forma a automatizar os seus processos e disponibilizar um melhor serviço aos clientes.

O que antes era um segredo está já a tornar-se uma realidade aceite por muitas empresas: o blockchain mudará o futuro empresarial. Visto como a inovação mais relevante para a Internet, desde o auge das redes sociais, o blockchain traz ao mundo digital confiança e segurança para poder efetuar diligências, evitando a fraude.

Juntamente com outras tecnologias digitais, o blockchain tem um potencial importante de desagregação empresarial. Vejamos de que forma está a mudar o software das empresas.

Objetivo: resolver problemas

 As redes de blockchain surgiram em 2008, dentro do projeto Bitcoin. Com o surgimento do dinheiro digital, era preciso criar um sistema de segurança que fosse praticamente impenetrável. Foi assim que se desenvolveu este sistema que combina a tecnologia de redes existente (P2P) com técnicas criptográficas avançadas.

Ao contrário do que muitos pensam, o blockchain não surgiu com a intenção de gerar segurança na Internet, mas como base para a moeda digital bitcoin. No entanto, o seu posterior desenvolvimento, no ano de 2017, passou a focar-se exclusivamente em questões relacionadas com a segurança dos dados.

Hoje em dia, as redes de blockchain caracterizam-se pela inviolabilidade, uma vez que não é criada uma base de dados única e central. Pelo contrário, aquando do desenvolvimento de uma nova aplicação informática, são criadas inúmeras bases de dados que se auto-replicam quando há uma alteração; e para que ocorra a alteração, todas as redes devem aprová-la. Isto significa que quando um hacker tenta aceder ao sistema para roubar dados, não consegue nada.

Impacto do blockchain no ERP das empresas

Quando uma empresa quer ser produtiva implanta o que se chama ERP. Trata-se de um sistema de planeamento de recursos empresariais, que permite automatizar os processos na empresa, integrar as bases de dados da companhia numa mesma plataforma e economizar tempo e custos. As vantagens da tecnologia blockchain levaram as empresas a usá-la e integrá-la nos seus sistemas ERP.

Faça o download gratuito do ebook O Futuro da Produção – Transforme os seus negócios digitalmente e prepare-se para a indústria 4.0 

O Futuro da Produção

Faça o download gratuito do ebook O Futuro da Produção – Transforme os seus negócios digitalmente e prepare-se para a indústria 4.0 

Download gratuito

Vantagens da integração da “cadeia de blocos” no ERP:

  • Descentralizar processos

Eliminando intermediários que já não são necessários.

  • Transparência com os clientes 

A transparência na gestão da base de dados dos clientes é fundamental nestes sistemas. As informações são atualizadas instantaneamente e podem ser acedidas com segurança.

  • Melhores transações

Ao integrarem a tecnologia blockchain nos seus sistemas ERP, as empresas evitam que as falhas tecnológicas possam afetar as suas transações. Além disso, o sistema permite transações imediatas.

  • Encomendas mais controladas

As soluções de gestão permitem acompanhar as encomendas, mas com o blockchain são geradas cópias de cada encomenda, com o respetivo código, evitando desta forma que a mercadoria se perca.

 

Para que é que as empresas utilizam o blockchain?

empresas que já estão a começar a utilizar o blockchain para a sua gestão empresarial. Para que fins?

  • Transparência

O setor alimentar está a recorrer a novas soluções de gestão baseadas no blockchain. O exemplo mais conhecido é para obter mais informações sobre os alimentos que são consumidos. O OpenSC utiliza esta tecnologia para permitir aos utilizadores digitalizar o código QR de um produto ou menu de um restaurante e ver todas as informações do histórico de um alimento. Trata-se de um projeto que já foi implementado por empresas como Nestlé, Procter & Gamble e PepsiCo.

  • Rastreamento de produtos

Grandes empresas, como a multinacional Walmart, estão a aproveitar as vantagens da tecnologia blockchain para melhorar os seus processos de gestão e rastreamento de produtos. A ideia surgiu na sequência de um surto de salmonela, cuja origem foi difícil de determinar. Com o blockchain, as empresas podem seguir os produtos que vendem nos seus estabelecimentos e rastrear informações desde o agricultor até ao próprio distribuidor.

  • Monitorização de dados

A British Airways utiliza o blockchain para gerir informações sobre voos entre aeroportos. A companhia aérea está em fase de testes de um serviço de verificação, impulsionado por blockchain, a que chamou VChain. Com ele, pretende verificar a identidade dos seus passageiros. O sistema verificará a validade dos documentos de viagem, garantindo simultaneamente a segurança do serviço, uma vez que não partilhará informações com terceiros.

Blockchain oferecerá melhor serviço e maior segurança aos clientes

Nos próximos anos, a tecnologia continuará a evoluir. Para evitar a estagnação, as empresas continuarão a dar passos em frente. Na verdade, já vamos assistindo à forma como o software de gestão tradicional está a adaptar-se aos novos sistemas, como o blockchain.

Embora não tenhamos uma bola de cristal para saber o que o futuro nos reserva, sabemos o que querem as empresas: melhorar o seu funcionamento interno para oferecer melhores serviços e maior segurança aos seus clientes.