Inscreva-se

Inscreva-se

Como fazer um plano de viabilidade para o seu projeto de empreendedorismo em 10 passos

Crescimento de Negócio e Clientes

Como fazer um plano de viabilidade para o seu projeto de empreendedorismo em 10 passos

Se tomou a decisão de ser empreendedor, a primeira coisa será dar-lhe os parabéns, pois agora vai depender de si e o seu projeto poderá levá-lo tão longe como os seus sonhos. Mas para atingir os seus objetivos, a primeira coisa de que precisa é de um plano de viabilidade para a sua ideia de negócio.

  • Explicamos o que é um plano de viabilidade e as medidas a tomar para a sua construção.
  • Saiba como resumir o seu projeto num sumário executivo que lhe facilitará a divulgação do mesmo.

Tem uma grande ideia, ou não tão grande, mas é um projeto sólido que lhe permite desenvolver um projeto empresarial  e lançar-se numa emocionante aventura empreendedora. Um plano de viabilidade ajudá-lo-á a consolidar o seu projeto e a conhecer as suas hipóteses de sucesso.

Um plano de viabilidade ou plano de negócios é um documento em que se desenvolve um projeto empresarial. Permite-lhe conhecer os seus pontos fracos e fortes, assim como as suas necessidades financeiras. Este documento analisa a viabilidade técnica, económica e financeira do projeto.

É uma ferramenta essencial quando se pretende iniciar um projeto empresarial, qualquer que for a experiência profissional do promotor ou promotores e a dimensão do projeto.

Para fazer um plano de viabilidade ou plano de negócios é necessário passar pelo menos pelas dez etapas seguintes:

1. Realizar um autodiagnóstico das atitudes empreendedoras

Nem todos são qualificados para serem empresários. Portanto, antes de elaborar um plano de viabilidade de uma empresa, é aconselhável realizar um autodiagnóstico para avaliar a atitude empreendedora

Se esta avaliação mostrar que não está qualificado para ser um empreendedor, pode procurar parceiros com o perfil certo ou receber formação para adquirir novas competências que o ajudarão a ter sucesso no seu projeto.

2. Apresentar o plano de viabilidade com os seus dados básicos

Nesta secção temos de fornecer uma breve descrição dos seguintes aspetos:

  • Dados básicos da empresa. Os dados de identificação da empresa serão mostrados: o tipo de empresa, o setor de atividade e o capital social com o qual a empresa vai ser criada.
  • Dados básicos do projeto. Isto incluirá informação sobre a atividade a realizar e o financiamento previsto, bem como a sua origem.
  • Apresentação dos promotores. Isto deve mostrar a sua experiência e como podem contribuir para o projeto empresarial.
  • Produtos / Serviços. Deve ser feita uma definição dos bens e serviços que a empresa irá oferecer e das suas vantagens competitivas.

3. Efetuar uma análise de mercado e uma análise SWOT.

Um estudo de mercado é fundamental para descobrir como os nossos bens ou serviços são recebidos no mercado. Ajudar-nos-á também a identificar concorrentes e produtos substitutos que também podem concorrer connosco.

Também nos ajudará a realizar uma SWOT (Strengths, Weaknesses, Opportunities, Threats and Opportunities), que permite ao empreendedor analisar a realidade da sua empresa, marca ou produto, a fim de poder tomar decisões para o futuro. É essencial levá-lo a cabo para que seja possível:

  • Aproveitar todo o potencial do projeto empresarial.
  • Enfrentar as ameaças que são detetadas.
  • Reforçar os pontos fracos do negócio.

4. Elaborar um plano de produção

A empresa tem de estar preparada para satisfazer a procura dos seus bens ou serviços. Por esta razão, deve ter e organizar os seus recursos de produção para poder crescer e servir os seus clientes.

Para tal, deve conceber um plano de produção que deve incluir:

  • Onde irá comprar as suas matérias-primas.
  • Como as vai transformar.
  • Como as armazenará.
  • E como as distribuirá.

5. Elaborar um plano de marketing

A empresa tem de vender os seus bens e serviços. Para acelerar as vendas, é necessário preparar um plano de marketing para se dar a conhecer e gerar interesse entre o seu público-alvo.

6. Procura de talento e organização do pessoal

A empresa tem de atrair o talento e os trabalhadores necessários para o desenvolvimento do seu projeto empresarial. Uma vez que disponha dos recursos humanos necessários, tem de organizar os seus trabalhadores e orientá-los para a realização dos objetivos previamente definidos.

Além disso, deve garantir o correto funcionamento dos diferentes departamentos da empresa, bem como a sua adequada coordenação.

7. Plano de investimento e procura de fontes de financiamento

A empresa deve ter definido:

  • As suas necessidades de investimento para o desenvolvimento do seu projeto.
  • As fontes financeiras que irão cobrir estas necessidades.

8. Definição dos principais indicadores financeiros para controlar a sua empresa.

Graças a estes indicadores financeiros, será possível analisar as demonstrações financeiras da empresa para um determinado período e controlar o cumprimento do plano de viabilidade. Esta análise permitirá a realização de um diagnóstico financeiro, com o qual será possível conhecer:

  • A evolução dos pontos fortes e fracos financeiros da empresa.
  • Otimizar os seus recursos financeiros.
  • E medir a realização dos objetivos.

É aconselhável transferir os principais indicadores financeiros para um painel de controlo ou dashboard para fácil consulta por parte dos gestores da empresa.

9. Definição de cenários

Qualquer plano de viabilidade deve incluir diferentes cenários que possam afetar a empresa, avaliando a forma como os dados dos cenários afetam as variáveis dos diferentes indicadores financeiros.

10. Realize um resumo do seu plano de viabilidade: faça um resumo executivo

Uma boa apresentação do seu negócio é fundamental para levar os investidores a financiar a sua empresa e projetos empresariais. O resumo executivo é utilizado para captar o seu interesse e deve cumprir os seguintes parâmetros:

  • Deve ser claro, conciso, breve e atraente, facilitando ao leitor o conhecimento da essência do negócio.
  • É uma síntese do plano de viabilidade da empresa, no qual estão incluídos os seus pontos-chave.
  • Destina-se a dar ao leitor uma visão rápida do negócio e dos seus indicadores-chave.
  • Deve fazer parte do plano de viabilidade da empresa, como um resumo, mas também pode ser utilizado de forma independente.
  • Os principais utilizadores de um resumo executivo são: investidores, mentores, instituições públicas para a concessão de subsídios, potenciais parceiros e pode mesmo ser utilizado como uma apresentação da empresa a potenciais clientes.

Por conseguinte, antes de iniciar um negócio, deve saber se o seu perfil é o adequado e, em caso afirmativo, antes de lançar o seu empreendimento comercial, deve fazer um plano de viabilidade que o ajudará a desenvolver o seu negócio.