Inscreva-se

Inscreva-se

Demonstração dos fluxos de caixa – como utilizar este instrumento financeiro?

Dinheiro e Poupança

Demonstração dos fluxos de caixa – como utilizar este instrumento financeiro?

Das principais demonstrações financeiras, a demonstração dos fluxos de caixa é talvez a menos compreendida, sendo por isso subutilizada por gestores de pequenas empresas.

Esta demonstração oferece uma imagem essencial e única das entradas e saídas de dinheiro da sua empresa.

Este artigo explica a importância desta visão geral, os termos que deve conhecer e como deve interpretar esta demonstração, de modo a poder utilizá-la para tomar decisões comerciais pertinentes.

Estes são os temas abordados.

O que é uma demonstração dos fluxos de caixa?

Trata-se de uma visão geral, também conhecida como mapa de cash-flow, que mostra o desempenho da sua empresa.

Por outras palavras, mostra as entradas e saídas da sua empresa durante um determinado período de tempo, seja uma semana, um trimestre ou um ano financeiro.

Mostra também o aumento ou a diminuição da liquidez de caixa, e explica as razões das alterações no saldo de caixa.

A demonstração dos fluxos de caixa reconhece três atividades comerciais principais para os fluxos de caixa, :

  • as atividades operacionais,
  • as atividades de financiamento,
  • as atividades de investimento.

Convém fazer a distinção entre fluxo de caixa e lucros, que constituem outra medida útil do desempenho empresarial.

Por este motivo, uma declaração dos fluxos de caixa é normalmente utilizada em conjunto com dois elementos importantes das demonstrações financeiras: o balanço e a demonstração de resultados (ou conta de rendimentos e gastos).

Existem dois métodos para calcular os fluxos de caixa : o método direto e o método indireto.

Método direto

O método direto utiliza informações sobre transações que afetaram o dinheiro durante o período.

Por exemplo, para calcular a proporção de atividades operacionais utilizando o método direto, somam-se todas as receitas das atividades operacionais e subtraem-se todas as despesas das atividades operacionais.

Este método é fácil de utilizar para as pequenas empresas que utilizam o método de caixa para a sua contabilidade (contabilidade de caixa).

Método indireto

O método indireto depende do método de contabilidade transacional, em que o seu contabilista regista as entradas e saídas de dinheiro em momentos diferentes daqueles em que o dinheiro é pago ou recebido.

Em vez de organizar os dados transacionais como no método direto, o seu contabilista parte do valor do lucro líquido na demonstração de resultados e faz ajustamentos para melhor amortizar o impacto das contas correntes e dos custos não monetários (tais como as amortizações) incorridos durante o período.

Qual é a importância da demonstração dos fluxos de caixa?

Tal como acima mencionado, a demonstração de resultados contém contas correntes e transações não monetárias. O papel da declaração dos fluxos de caixa é mostrar os movimentos de caixa puros para o período.

A declaração dos fluxos de caixa mede a forma como a sua empresa gere a sua posição de caixa.

Por outras palavras, fornece uma imagem de como a empresa gera liquidez para cumprir as suas obrigações em matéria de dívidas e para financiar os seus custos operacionais.

Esta visão geral mostra não só quanto dinheiro foi gasto, mas também onde foi gasto, dando maior contexto às informações que podem não aparecer noutras demonstrações financeiras.

Por esse motivo, a declaração dos fluxos de caixa é essencial para prever fluxos de caixa futuros e para explicar anomalias, por exemplo, a razão pela qual a empresa tem uma posição de caixa mais fraca, mas lucros elevados.

Elementos de uma demonstração dos fluxos de caixa

Uma demonstração dos fluxos de caixa apresenta três secções :

  • fluxo de caixa proveniente de atividades operacionais ;
  • fluxo de caixa proveniente de atividades de investimento ;
  • fluxo de caixa proveniente de atividades de financiamento.

Analisemos cada secção pela ordem em que surgem na visão geral.

Fluxo de caixa proveniente de atividades operacionais

Trata-se do dinheiro utilizado nas suas atividades comerciais diárias.

Por outras palavras, esta secção indica quanto dinheiro os seus produtos ou serviços geram.

As receitas incluem a venda de todos os bens e serviços, bem como outros rendimentos operacionais, tais como rendas, juros e comissões recebidas.

As despesas são todos os custos de gestão da empresa, tais como salários, compra de stock, custos de transporte, encargos com juros e impostos.

Fluxo de caixa proveniente de atividades de investimento

O dinheiro proveniente de atividades de investimento é o dinheiro destinado ao crescimento do negócio através de investimentos de capital a longo prazo e as receitas em dinheiro provenientes da venda desses investimentos.

É este o caso da compra de ativos tangíveis (tais como equipamento) ou de ativos intangíveis (tais como patentes).

As receitas incluem a venda de investimentos, a venda de ativos imobilizados e a venda de setores de atividade.

As despesas incluem a compra de ativos imobilizados, a compra de investimentos e a compra de ações noutras empresas.

Fluxo de caixa proveniente de atividades de financiamento

Trata-se do financiamento que provém de si enquanto proprietário, de investidores e de credores.

Os rendimentos incluem fundos emprestados por investidores, bancos e outras instituições financeiras sob a forma de hipoteca, empréstimo comercial, capital próprio, etc.

As despesas incluem os dividendos pagos aos acionistas.

Como interpretar uma demonstração dos fluxos de caixa

O valor no final da declaração dos fluxos de caixa indica o fluxo de caixa líquido para o período.

Se o valor líquido for positivo, isso significa que o fluxo de caixa aumentou durante o período.

Se o valor estiver entre parênteses, significa que o fluxo de caixa é negativo. Por outras palavras, a empresa teve mais despesas do que receitas.

Não é preciso entrar em pânico se o fluxo de caixa for negativo. É necessária uma análise mais aprofundada. Pode descobrir onde o dinheiro entrou e saiu consultando as três secções abaixo.

Por exemplo, pode ter um fluxo de caixa operacional positivo e um fluxo de caixa de investimento negativo. Esta situação é geralmente positiva para o futuro, pois significa que a empresa está a ganhar dinheiro e a utilizá-lo para crescer.

Investigue as tendências em múltiplas demonstrações ao longo do tempo e identifique as áreas com melhor desempenho e as oportunidades de melhoria.

Idealmente, o seu fluxo de caixa das atividades operacionais deve exceder regularmente o seu lucro líquido : um fluxo de caixa positivo demonstra a sua capacidade de permanecer solvente e de fazer crescer o seu negócio.

Se o seu fluxo de caixa operacional for negativo, pode começar por olhar para as áreas onde o fluxo de caixa é um potencial problema. Por exemplo, os seus créditos. Os seus clientes demoram demasiado tempo a pagar ?

Demonstração dos fluxos de caixa versus balanço versus demonstração de resultados

A demonstração de resultados e a demonstração dos fluxos de caixa mostram as alterações nas contas ao longo de um determinado período.

O balanço, por outro lado, é um instantâneo que mostra o que a empresa possui e deve num determinado momento. Por outras palavras, indica-lhe o valor do seu negócio num determinado momento.

A demonstração de resultados é importante porque resume as receitas, os custos e as despesas da sua empresa. No final, permite-lhe saber se a empresa foi rentável.

Embora a rentabilidade seja uma medida financeira importante, a declaração dos fluxos de caixa existe para lhe fornecer uma representação precisa dos movimentos de caixa durante um determinado período.

É por isso que é necessário analisar as três demonstrações financeiras para ter uma visão global da saúde e do desempenho da sua empresa.

Conclusão

A sua posição de caixa determina muitas das suas decisões comerciais. Permite responder às seguintes perguntas : Tem meios para expandir as suas atividades ? Precisa de ajustar os níveis de stock ? Tem de ir atrás dos devedores em atraso? 

É por isto que a declaração dos fluxos de caixa é um instrumento crucial na sua caixa de ferramentas.

Só esta visão geral lhe consegue dizer como está a gerir a sua posição de caixa.