Inscreva-se

Inscreva-se

O que deve ter uma start-up para se tornar numa empresa unicórnio?

Crescimento de Negócio e Clientes

O que deve ter uma start-up para se tornar numa empresa unicórnio?

As empresas Unicórnio são as que têm uma valorização superior a mil milhões. Saiba mais sobre a forma de uma start-up se tornar numa delas.

  • É difícil tentar prever como uma start-up pode tornar-se numa empresa unicórnio.
  • Existem parâmetros comuns que nos permitem definir algumas características básicas do modelo de negócio unicórnio.

Uma empresa unicórnio é uma empresa emergente que adquire uma valorização de 1.000 milhões de dólares (1 bilião). Estas são empresas normalmente relacionadas com o sector tecnológico e com crescimento exponencial. A Uber e o Snapchat são alguns dos mais conhecidos, embora sejam apenas alguns exemplos. Estima-se que existam mais de 900 empresas deste tipo no mundo.

Características de uma empresa unicórnio

A sua principal característica é a avaliação acima referida. Mas, o que está por trás disto? São geralmente organizações empresariais altamente disruptivas, que rapidamente ganham notoriedade entre os potenciais clientes. E, é claro, também a atenção dos investidores.

São também start-ups de base tecnológica, uma vez que isto lhes permite crescer rapidamente. Por outras palavras, são escaláveis, o que implica uma elevada capacidade de adaptação a novos mercados geográficoscom uma implementação relativamente simples. Baseiam-se em soluções tecnológicas que não requerem infraestruturas físicas para a sua implementação noutras partes do mundo.

Outra característica comum a todos eles é que se destinam ao consumidor final. Parte da enorme valorização que recebem deve-se à sua elevada capacidade de rentabilizar o modelo de negócio que propõem.

Para o fazer, é necessário tentar alcançar o maior número possível de clientes potenciais. É por isso que tendem a ser na sua maioria empresas sob o modelo B2C (Business to Consumer ou mercado de consumidor final).

O crescimento exponencial é um denominador comum nas empresas unicórnio.

Para visualizar melhor isto, tomemos novamente o exemplo da Uber.

  • O seu modelo de negócio é baseado numa solução tecnológica.
  • É facilmente escalável (é o mesmo em Espanha, Portugal, nos EUA, em França…).
  • E dirige-se ao cliente final (consumidor não profissional).

Um denominador comum final das empresas unicórnio é que elas não vendem normalmente produtos físicos. Como nos exemplos acima mencionados, ou naqueles que veremos a seguir, eles tendem a comercializar serviços digitais não tangíveis.

Embora seja verdade que esta última característica está a evoluir, e é cada vez mais fácil encontrar modelos que estão relacionados, de uma forma ou de outra, com a venda de produtos físicos.

Exemplos de empresas unicórnio

A melhor maneira de compreender o modelo de uma start-up que se torna numa empresa unicórnio é olhar para alguns exemplos. Nas seguintes empresas encontraremos todos aqueles espaços comuns que nos ajudarão a interpretar o que uma start-up deve ter para se tornar numa empresa unicórnio.

Uma questão que, como terá compreendido pela leitura da definição, não é fácil. 1.000 milhões de avaliações não se atingem todos os dias…

Um pouco de história sobre unicórnios

A aplicação do conceito de unicórnio não é acidental. Como sabe, o unicórnio é um animal imaginário, próximo da mitologia e, portanto, “difícil de encontrar”.

Em 2013, as empresas com um valor de mais de 1000 milhões eram assim: difíceis de encontrar. Daí a semelhança e o batizado deste tipo de empresa desta forma.

Os unicórnios mais famosos do mundo

De seguida, passamos em revista alguns dos mais famosos unicórnios. Certamente conhece estas empresas:

  • Facebook
  • Twitter
  • Uber
  • SpaceX
  • AirBnB
  • Telegram
  • Stripe
  • Amazon
  • Spotify

Unicórnios em Portugal

Em Portugal também temos empresas avaliadas em mais de 1000 milhões. Algumas das mais conhecidas são:

  • Farfetch
  • Outsystems
  • Talkdesk
  • Feedzai
  • Remote
  • Sword Health

Últimos unicórnios a juntarem-se à lista

Algumas das empresas que aderiram recentemente à lista de unicórnios globais são:

  • Instacart
  • FTX
  • GoTo
  • Alchemy
  • Swiggy
  • Bolt
  • Fractal

Passar de start-up para empresa unicórnio não é fácil. Para o conseguir, temos de oferecer uma solução que responda a uma necessidade no mercado de forma disruptiva. Através de uma tecnologia que é fácil de implementar e desenvolver, que é escalável. E sob um modelo de negócio que tem potencial de vendas global.