Inscreva-se

Inscreva-se

Como vencer o medo e a procrastinação

Back to search results

Logotipo do Sage Advice
Sage AdviceConhecimento para Empresas de Sucesso
Receba a Newsletter Sage AdviceSubscrever
Trabalhador controlando contas

Sabe que a sua ideia de negócio é forte. Sabe como a pode lançar. Mas surge uma paralisia que o impede de lançar o seu projeto original! Temos algumas dicas práticas sobre como vencer a procrastinação e aquilo que a despoleta, o medo.

1. Um passo de cada vez

Geralmente, os projetos que nos inquietam são tão grandes que nos deixam bloqueados, num estado de paralisação que não gera resultados. A solução é simples: crie um plano de negócios. Divida o seu projeto em várias partes, tantas quantas forem necessárias para corresponderem a uma tarefa por dia. A sua perspetiva em relação à dificuldade e tamanho do projeto vai certamente mudar.

Por exemplo: ninguém quer estudar 1000 páginas de uma vez. Mas se a dividir por temáticas, ou de acordo com o seu nível de interesse, o seu foco será maior – e os resultados também.

2. Comece pelo mais simples

Como é que se pode assegurar de que vai fazer uma tarefa? Simplesmente fazendo – não há outra fórmula, nem outra resposta.

Não se deixe atormentar pela ideia de tudo o que tem a fazer. Enfrente esse receio, dê o primeiro passo e comece por aquilo que é mais fácil e simples de encarar.

O stress e a preguiça comportam-se de forma parecida. Sabe que tem uma apresentação em breve ou um exame para preparar mas a procrastinação é mais forte e acaba por adiar o início do trabalho.

O truque está em encontrar um método que o liberte deste estado de espírito. Seja o que for que tem pendente, não adie mais. Comece pela parte que dá mais gosto, ou que necessite de menos esforço da sua parte. O importante é dar o primeiro passo.

Sage One


Tudo o que precisa para lançar a sua primeira fatura: um software de confiança, online, rápido e de utilização simples! O sucesso do seu negócio está a caminho e Sage One vai acompanhá-lo desde o primeiro dia.

Descubra mais

3. Lápis, papel e muitos apontamentos

A nossa mente funciona com um computador. Desde o momento em que acordamos, somos inundados com uma vasta miríade de pensamentos que são processados e ordenados para que a nossa mente funcione sem tropeções.

Imagine que tem uma quantidade igualmente grande de tarefas pendentes – mas será que consegue contabilizá-las na sua totalidade?

A solução é simples: basta um papel e um lápis. Enumere todas as suas tarefas numa lista. É importante que o faça à mão: vai ajudar a interiorizar o que têm pela frente.

Assim que acabar, leia e analise tudo o que escreveu. Há alguma tarefa que possa eliminar? Numere-as por ordem de prioridades e atribua um prazo a cada uma delas.

Se ainda assim se sentir paralisado pela dimensão da sua lista, fica um conselho: comece pela mais simples e que tome menos tempo.

4. Visualize a satisfação de um objetivo cumprido

Imagine-se a sair daquela apresentação gigante que o estava a impedir de avançar. Agora imagine-se a sair debaixo de uma chuva de aplausos. Apostamos que se sente um pouco como um super-herói, carregado de endorfinas e motivação.

A visualização é uma técnica muito semelhante à meditação: se o seu cérebro acreditar que é possível, vai fazê-lo possível. Não se boicote – vai conseguir!

5. Livre-se de todas as distrações

Tudo o que o faça perder o foco no trabalho é catalisador de procrastinação e preguiça. Cada um sabe melhor que ninguém aquilo que o distrai. Por isso, não tenha dúvidas: o melhor é mesmo eliminar todas as distrações que o rodeiam.

Desligue o telefone, esconda o comando da televisão e bloqueie o browser do vosso computador de forma a não se perderem no vasto mundo da internet.