Inscreva-se

Inscreva-se

5 passos para planificar (e realizar) o seu crescimento

Back to search results

Homem de negócios num escritório

Uma gestão empresarial eficaz exige saber como planeia o seu crescimento e que estratégia vai seguir, especialmente em períodos de instabilidade económica.

  • Como planificar e realizar o crescimento do negócio com sucesso? Qual é o “truque” para crescer em tempos de crise como o que vivemos?
  • Neste artigo, respondemos a estas e outras questões para ajudá-lo a delinear um plano de crescimento empresarial resiliente.

Ao planificar o crescimento da sua empresa, pode ser influenciado por vários fatores: o medo das mudanças e os efeitos que elas podem ter, o desconhecimento sobre como fazê-lo, o investimento necessário para o executar… Para ultrapassar estes obstáculos, o primeiro passo implica delinear um plano de crescimento.

O que é um plano de crescimento? Quais são os passos a seguir para planificar e realizar o crescimento do seu negócio? Como crescer em tempos de crise como o que vivemos? Neste artigo, respondemos a todas estas questões. Anote!

Partilhe! Passos a seguir para planificar o crescimento do seu negócio.

O que é um plano de crescimento?

Um plano de crescimento é um documento que contém, basicamente, os objetivos da sua empresa para o crescimento e as estratégias a seguir. O plano pode ser alterado ao longo do tempo, tendo em conta as circunstâncias ou desenvolvimentos no mercado.

Passos para planificar e realizar o crescimento do seu negócio

A determinada altura é hora da sua empresa crescer e para fazê-lo de forma eficaz e ordenada terá que seguir uma série de passos como os que propomos de seguida:

1. Fixe os objetivos de crescimento

O primeiro passo do seu plano de crescimento é definir quais os objetivos a alcançar a curto, médio e longo prazo, quer na sua empresa quer em cada departamento. Estes objetivos podem ser, por exemplo, os seguintes:

  • Aumento das vendas.
  • Diversificação do negócio.
  • Angariação de novos clientes.
  • Contratação de novos trabalhadores.
  • Internacionalização da sua empresa.

Além disso, para que o seu objetivo seja efetivo, deve satisfazer uma série de requisitos:

  • Ser concreto. Por exemplo: Qual é a percentagem de aumento nas vendas que deseja alcançar?
  • Ser possível. Pode ser um desafio, mas deve ser realista.
  • Ser mensurável. A qualquer momento deve ser possível medir o avanço em relação ao objetivo.
  • Ter um prazo. Qual é o prazo para alcançar o seu objetivo de vendas?

2. Procure as estratégias adequadas

Depois de ter a noção dos objetivos a alcançar, terá de estabelecer as estratégias ou as ações que vão ser realizadas para os alcançar. Por exemplo, se quiser angariar novos clientes terá de fazer e responder a perguntas como:

  • Quem é seu cliente ideal e onde encontrá-lo?
  • Quais são as necessidades desse cliente?
  • Como pode cobrir as suas necessidades?
  • Que ações vai realizar e como?

3. Descubra o investimento que precisa para crescer

A primeira coisa a analisar para saber qual é o investimento que precisa para o seu projeto de crescimento é a sua contabilidade. A imagem fiel da situação da empresa é obtida através dos dados contabilísticos.

4. Pergunte-se a si: que problemas podem surgir?

O plano de crescimento da sua empresa deve considerar o que fazer diante dos problemas que possam surgir no futuro e que travem o crescimento do seu negócio. Por exemplo, se surgir um novo concorrente no mercado ou alguma regulamentação que afete o seu crescimento, terá de ter um plano B para saber como lidar com as situações que surjam.

Uma gestão digitalizada do negócio vai permitir-lhe adaptar-se melhor a qualquer mudança ou problema. Pode fazer isso mais rápido e aceder às informações na cloud a qualquer momento e em qualquer lugar.

5. Controle o progresso

Estabeleça controlos para garantir que os avanços do seu plano de crescimento sejam feitos como previsto. Se o seu objetivo é aumentar as vendas, pode fixar metas em determinadas datas para verificar se estão ser cumpridos e se é necessário fazer correções.

Mais cedo ou mais tarde, a sua empresa vai precisar de crescer e é melhor que planeie esse crescimento o mais rapidamente possível para evitar obstáculos ou problemas. Tenha todos os passos claros e concentre-se em ver como o seu negócio aumenta face ao futuro.

Alcançar um crescimento empresarial real em tempos de crise

A experiência tem-nos mostrado que adaptar-se é imprescindível para sobreviver. Mais ainda quando falamos do ambiente empresarial como o atual, onde a incerteza do mercado impera como consequência direta da COVID-19.

Como crescer e criar valor na atual situação de mercado, de modo a que não só enfrente a tempestade, mas também obtenha valor e vantagens competitivas?

Muitos especialistas em crescimento empresarial concordam numa série de fatores que, como denominadores comuns, ajudaram as organizações em crescimento a continuar a fazê-lo em tempos dinâmicos.

1. Inovação na gestão de rotina

Além de oferecer novos produtos ou serviços com valor acrescentado, existem outros aspetos da gestão quotidiana como a realização de campanhas bem direcionadas ou o aperfeiçoamento no atendimento ao cliente que deve ter em conta.

2. Reprojetar o seu ecossistema empresarial através da tecnologia

A flexibilidade do modelo de negócio apresenta-se como a receita estrela para fazer face à incerteza. Dando o salto para a digitalização da empresa, ultrapassa obstáculos à mobilidade, incluindo a gestão de clientes, recursos humanos e dados contabilísticos e financeiros.

3. Liderança a nível de direção

Além das ferramentas tecnológicas, existem outros fatores intangíveis que não pode ignorar. Definitivamente, esses são a atitude e a liderança, especialmente situações adversas.

Estes intangíveis ganham especial protagonismo quando se pede um esforço e se solicita uma mudança na organização.

Sem dúvida, para conseguir um crescimento real do seu negócio em tempos instáveis, os seus planos devem concentrar-se na resiliência empresarial. Por conseguinte, cabe agora apostar em estratégias ambiciosas (e não necessariamente dispendiosas), que lhe permitam diferenciar-se da concorrência. A tecnologia de gestão, neste sentido, pode transformar-se no seu melhor aliado.

Receba a newsletter Sage Advice

Inscreva-se para receber o boletim do Sage Advice e receba os conselhos mais recentes diretamente no seu e-mail.