Inscreva-se

Inscreva-se

3 desafios a enfrentar na digitalização da sua empresa

Back to search results

Logotipo do Sage Advice
Sage AdviceConhecimento para Empresas de Sucesso
Receba a Newsletter Sage AdviceSubscrever
Mulheres de negócios em reunião

Um dos aspetos com que mais nos temos debatido nos últimos tempos é a melhoria da cultura digital das organizações, como procura de maior produtividade e consequentemente mais competitividade. Descrevemos neste artigo três dos principais desafios ao avanço na digitalização das organizações, que nada tem a ver com tecnologia, mas antes com o desenvolvimento das suas pessoas.

1. Envolver toda a organização

Apenas com o envolvimento de todas as pessoas da organização, é possível a adaptação à economia digital. As organizações precisam alinhar a sua equipa de trabalho com os líderes da sua organização, a todos os níveis, para ajudar a impulsionar o sucesso do processo de desenvolvimento e crescimento da sua empresa.

Ao trabalharem em estreita colaboração, os gestores e as suas equipas podem entender a visão de longo prazo da empresa e desenvolver em conjunto os percursos de formação que melhor os ajudarão a atingir as metas do negócio no futuro.  Ao estarem ligados à estratégia e preparados com os principais recursos para tomar decisões de maneira rápida e eficaz, garantem uma maior conexão entre a aprendizagem e o impacto nos negócios.

Isto significa que não estarão somente a disponibilizar oportunidades de desenvolvimento alinhadas com as necessidades dos seus colaboradores, mas também a posicionar melhor sua organização para o sucesso, a fim de a fortalecer como um todo, e deixar ao dispor dos seus clientes um serviço excecional.

2. Adotar novas formas de trabalhar

No atual ambiente de negócios acelerado em que a tecnologia avança muito rápido, é necessário acompanhar esta rápida transformação e desenvolver uma equipa de trabalho adaptativa e atualizada, essencial para a melhoria da qualificação nos ambientes de trabalho. Através de uma cultura de aprendizagem contínua, consegue-se dar impulso a este aspeto tão importante para as nossas empresas.

Tal pode ser conseguido através de métodos como e-learning, vídeo, formação virtual (VILT) ou gamification de acordo com as preferências de aprendizagem, disponibilidade, necessidade de interação humana ou orientação. O importante é ser um processo útil, eficiente, atrativo e dinâmico.

Estes métodos de entrega diversificados e flexíveis permitem criar melhores experiências de aprendizagem e apoiar as necessidades individualizadas dos colaboradores, pela acessibilidade em vários dispositivos e possibilidade de aprendizagem ao seu próprio ritmo. Ao permitir que os colaboradores estejam continuamente a desenvolver competências, novas capacidades, e com acesso a recursos atualizados, farão com que os colaboradores ganhem rapidamente experiência em tempo real, e se destaquem na era digital em evolução, vendo a aprendizagem como uma parte fundamental do seu dia-a-dia. Os próprios clientes perceberão a diferença e aumento do profissionalismo face à concorrência.

É assim crucial re-imaginarmos a forma como criamos valor para colaboradores e clientes, tirando o máximo partido das oportunidades que as novas tecnologias têm criado.

3. Desenvolver o talento

A transformação digital obriga a que as organizações revejam os seus custos, e dado o vazio digital de pessoal qualificado em tecnologia, as empresas precisam ressaltar a confiança nos seus atuais colaboradores. A aprendizagem é, portanto, crítica para as estratégias de crescimento, transformação e objetivos de receita das organizações.

Através de políticas de formação estruturadas, é possível desenvolver o capital humano e potenciar o seu crescimento. A formação tem um papel crucial na transformação digital, pois permite através de ferramentas e recursos desenvolver conhecimentos e garantir que os seus recursos humanos dão o melhor de si, estando em constante renovação.

Seja um novo colaborador ou alguém que está a mudar o seu papel dentro da organização, para ser eficiente rapidamente, é preciso alavancar um conjunto de competências que o colaborador já possui e desenvolver outras, indo ao encontro do que o negócio necessita deles.  São por isso necessários check-ins regulares em tempo real, dando feedback e ouvindo as suas necessidades e dificuldades para que possam selecionar o conteúdo que seja mais apropriado.

Ao abordar os principais problemas do negócio, estaremos a ajudar a organização a identificar necessidades específicas, áreas de crescimento e expectativas entre os colaboradores. A formação pode ser um investimento significativo, mas é sem dúvida uma área que não pode ser negligenciada, pelo valor que pode agregar ao negócio e ao qual os clientes não são indiferentes.

Além disso, a formação é uma prova de que estão a investir nos colaboradores e fará com que eles sintam que confiam neles. Isso aumentará a sua satisfação e, portanto, melhorará sua motivação e envolvimento no trabalho.

Sage 100cloud

Reúna todas as necessidades do seu negócio dentro uma única solução de gestão integrada. Ganhe tempo e recursos com a automatização dos processos da sua empresa e potencie as suas decisões de negócio com uma visão transversal e informada!

Descubra mais