Inscreva-se

Inscreva-se

Intralogística, o que é?

Crescimento de Negócio e Clientes

Intralogística, o que é?

O prefixo intra é utilizado para determinar o que acontece dentro de um lugar ou no seu interior. Portanto, o termo intralogística é utilizado para definir a parte da logística que tem lugar dentro da empresa.

  • Neste artigo irá descobrir o que é a intralogística ao pormenor.
  • Descubra algumas estratégias para modernizar e melhorar a eficiência da logística interna da sua empresa.

PARTILHE! Descubra o que é a intralogística e porque é tão importante melhorar a eficiência da sua empresa.

Poderíamos definir a intralogística de uma empresa de produção como o processo interno dos materiais, desde a sua entrada como matéria-prima até à sua saída como produto acabado.

Para empresas de comercialização, cobriria o processo desde o momento em que as mercadorias entram na empresa até à sua saída para venda. A Intralogística procura otimizar os processos logísticos internos através da gestão do fluxo de matérias-primas, materiais e mercadorias dentro de uma empresa. A fim de alcançar o mais elevado grau de eficiência e produtividade.

Fatores característicos da intralogística

A Intralogística caracteriza-se pelo facto de ser desenvolvida e coberta pela empresa. Por outras palavras, se o produto for vendido e transportado fora da empresa por uma empresa externa, isto já não é considerado logística interna.

No entanto, se o produto for transportado de um armazém industrial para outro ponto de armazenamento dentro da empresa, isso seria considerado intralogística. Isto acontece porque o produto se movimenta dentro da organização.

Empresas como a Amazon que, tem grandes armazéns robotizados e totalmente digitalizados, caracterizam-se pela sua eficiente gestão intralogística. E fazem disso não só a sua vantagem competitiva, mas também a essência da sua própria existência.

A má gestão da intralogística de uma empresa pode levar a perdas significativas.

O exemplo da Amazon transcende todo o setor da logística, pois serve para dinamizar a gestão logística internade todas as empresas que querem melhorar a sua eficiência e aderir à revolução do comércio on-line.

Além disso, a intralogística também engloba variáveis externas que têm a ver com a oferta e a procura, quer das matérias-primas necessárias para garantir a produção quer dos bens que são produzidos. Neste sentido, a recente greve dos transportadores colocou a logística interna das empresas sob pressão.

Entre os problemas causados, podemos destacar o facto de as empresas terem ficado sem espaço para armazenar os seus produtos por não poderem escoá-los e não conseguirem obter as matérias-primas necessárias para a produção.

O que está incluído na intralogística?

A Intralogística inclui, entre outras, as seguintes atividades:

  • Trabalhos de carga e descarga.
  • Transporte interno de materiais para o local de produção.
  • Preservação dos produtos nas instalações e durante o transporte interno em condições ótimas.
  • Transporte interno de produtos acabados e semiacabados.
  • Transferência de produtos para outros centros de armazenamento da empresa.
  • Transporte para a eliminação de produtos obsoletos e desatualizados.

Estratégias para modernizar e melhorar a eficiência da logística interna da empresa

O aumento do comércio eletrónico, os problemas na gestão logística global, o aumento do custo do transporte devido ao aumento do preço do petróleo e as reivindicações dos consumidores que exigem cada vez mais rapidez e imediatismo, obrigam as empresas a conceber estratégias para melhorar e otimizar a sua intralogística.

Entre estas estratégias, podemos destacar as seguintes:

  • Digitalizar, automatizar e robotizar todos os processos logísticos para acelerar o trabalho.
  • Melhorar os processos internos para otimizar o tempo e a eficiência de cada engrenagem na cadeia logística interna.
  • Dedicar os recursos necessários (tempo, esforço e pessoal) ao planeamento da intralogística.
  • Estudo, análise e avaliação dos riscos que podem afetar a logística interna da empresa.
  • Ter a ajuda de software ERP que nos ajude a gerir todo o processo da logística interna e forneça dados para a tomada de decisões.
  • Garantir o bom funcionamento e a manutenção necessária do equipamento utilizado para a logística interna. Uma vez que certas avarias podem ser críticas para a produção ou distribuição da empresa.
  • Desenvolver modelos de gestão logística mais inteligentes, normalizados, conectados e autónomos.
  • Responder aos desafios do boom do comércio eletrónico. Dado que os hábitos de consumo e o mercado mudaram.
  • Dedicar esforços à formação e profissionalização dos trabalhadores, para que estes se tornem elementos-chave para melhorar a competitividade.
  • Utilizar a inteligência artificial (IA) para prevenir possíveis erros e melhorar a eficiência interna.

Por conseguinte, a intralogística é fundamental para qualquer empresa porque pode dar-lhe uma vantagem competitiva. Ou, pelo contrário, se for mal gerida, pode levar a paragens na produção ou de comercialização e causar perdas significativas à empresa.