Inscreva-se

Inscreva-se

Simular é prever: O Business intelligence descodificado para as PME

Back to search results

Enquanto as grandes empresas se converteram gradualmente à abordagem orientada para os dados e ao business intelligence, as PME raramente tiveram acesso a ele, uma vez que os projetos eram complexos e dispendiosos. Este já não é o caso e o mundo do reporting e análises preditivas está progressivamente a abrir-se às empresas mais pequenas. Quais são as vantagens?

O negócio impulsionado por dados já não é uma exclusividade das grandes empresas. Enquanto nos anos 2000, a implementação de uma plataforma de Business intelligence (também chamada plataforma de tomada de decisões) era sinónimo de grande projeto informático exigindo infra-estruturas pesadas, competências de alto nível e investimentos avultados, tal já não é o caso em 2021.

O atraso das PME na aplicação de ferramentas de business intelligence

Enquanto várias grandes empresas dispõem de ferramentas de Business intelligence, o estudo internacional levado a cabo pela Techaisle¹ mostra que a adoção está bem aquém junto das PME. Na verdade, enquanto 73% das empresas de média dimensão (entre 100 e 1.000 trabalhadores) dispõem de ferramentas analíticas, essa percentagem cai para apenas 10% em empresas com menos de 100 trabalhadores.

No entanto, tornar os dados acessíveis a todos numa PME é uma mudança muito mais profunda do que parece. A evolução da empresa passa de um estilo de gestão baseado unicamente na intuição dos seus líderes para uma abordagem mais racional baseada em números e factos objetivos, uma abordagem data driven. O estudo da Techaisle mostra que apenas 27% das empresas de média dimensão adotaram verdadeiramente esta abordagem. Este número também cai para 6% quando se trata de empresas com menos de 100 trabalhadores e essa mudança de abordagem é certamente o maior desafio que as PME francesas terão de enfrentar nos próximos anos.

O Business intelligence democratizado pela cloud

As soluções de Business intelligence estão agora ao alcance de todas as empresas e as ferramentas atingiram maturidade suficiente para serem utilizadas por todos. Melhor ainda, as tecnologias mais avançadas (técnica analítica, visualização avançada de dados – DataViz –  ou algoritmos de inteligência artificial) estão agora acessíveis a todas as empresas, graças ao Cloud Computing, mas também à integração de tais funções em aplicações empresariais, nomeadamente em softwares de gestão.

As ferramentas de decisão estão agora ligadas em tempo real a dados de produção e atividade comercial. A tecnologia avançada, tal como a in-memory permite ao decisor criar tabelas de dados ou visualizar gráficos personalizados interativamente, sem perder tempo com carregamento de dados e cálculo prévio. O gestor poderá tomar o pulso das atividades da sua empresa numa tabela sintética com indicadores de atividade comercial, indicadores financeiros e dados de produção.

Indicadores-chave acessíveis em tempo real: uma vantagem a todos os níveis

De facto, o Business intelligence é um instrumento de gestão valioso para o diretor-geral ou para o diretor administrativo e financeiro, mas não só. É também um instrumento de divulgação de informação dentro da empresa pois cada gestor de vendas pode seguir as últimas conversões de prospetos da sua equipa. Os gestores de produção terão acesso a indicadores sobre a sua cadeia de fornecimento e sobre a produção. A solução Business intelligence assegura a distribuição automática das tabelas a todas as pessoas envolvidas. Todos dispõem da informação certa no momento certo, com dados partilhados por todos, o que põe fim a discussões e trocas estéreis entre departamentos que normalmente não se baseiam nos mesmos dados ou nos mesmos indicadores.

Uma abordagem centrada nos dados é ainda mais importante em tempos de crise sanitária porque os preços das matérias-primas e o comportamento dos clientes estão a mudar de forma errática e muito rápida. A empresa deve ser capaz de ajustar a sua estratégia de acordo com qualquer mudança no comportamento do cliente, uma reatividade que só o Business intelligence em tempo real pode proporcionar.

O Futuro da Produção

Faça o download gratuito do ebook O Futuro da Produção – Transforme os seus negócios digitalmente e prepare-se para a indústria 4.0 

Download gratuito

Por outro lado, o uso generalizado do teletrabalho deu origem a menos reuniões e ao afastamento físico das equipas. Com a ferramenta Business intelligence, todos têm acesso aos dados certos no escritório, em casa ou em movimento.

Ferramentas de trabalho adaptadas a cada perfil de utilizador

Implementar a análise inteligente de dados não significa necessariamente ter de mudar os hábitos de trabalho ou mesmo o software. As ferramentas de business intelligence podem ser ligadas diretamente às soluções de gestão da empresa, quer seja uma solução de gestão contabilística ou mesmo uma solução de gestão de salários.

Os utilizadores mais avançados podem explorar ferramentas analíticas que lhes permitirão investigar os dados e realizar um “drill-down”, ou seja uma descida aos dados em bruto para, por exemplo, identificar a causa raiz de um fraco desempenho de vendas ou produtos cada vez mais procurados. Estas ferramentas permitem cada vez mais o acesso a algoritmos de inteligência artificial, com funções preditivas que permitem antecipar as alterações nos indicadores. E como uma imagem vale mil palavras, hoje em dia, as ferramentas de visualização de dados dão acesso a gráficos interativos extremamente poderosos, criados em poucos cliques.

Notas:
1- WW SMB and Midmarket analytics adoption acceleration needs external services

Receba a newsletter Sage Advice

Inscreva-se para receber o boletim do Sage Advice e receba os conselhos mais recentes diretamente no seu e-mail.