Inscreva-se

Inscreva-se

Como construir um modelo empresarial circular que seja rentável (e-book)

Biblioteca Empresarial

Como construir um modelo empresarial circular que seja rentável (e-book)

Fabricantes e distribuidores estão altamente empenhados em melhorar as suas competências e criar estratégias, tirando assim partido da excelente oportunidade de retorno do investimento em economia circular.

Vejamos as evidências retiradas do relatório “O estado da economia circular” criado em parceria com CIO.com.

60%

Três em cada cinco (60%) empresas seniores de produção e distribuição e líderes tecnológicos afirmam ter conhecimentos profundos sobre economia circular e sustentabilidade.

84%

As empresas de produção e distribuição e líderes tecnológicos estão a dar maior importância aos benefícios da economia circular — a maioria dos inquiridos (84%) afirmam ter um papel na estratégia de sustentabilidade e economia circular da sua empresa e 32% garantem que esta é fundamental para o seu trabalho.  

32%

32% dos fabricantes e distribuidores tiveram benefícios significativos decorrentes da economia circular. Eles destacam:

  • Uma melhor reputação e imagem de marca (50%)
  • Eficiência energética (47%)
  • Maior produtividade, eficiência e resiliência (46%)
  • Maior rentabilidade a longo prazo (45%)
  • Maior competitividade (44%)

A economia circular pode atrair novos clientes

O que podemos concluir do relatório?

  • Melhorar a reputação e imagem da sua marca no que diz respeito à sustentabilidade é uma grande prioridade, o que pode conduzir a ganhos em termos de aquisição e retenção de clientes. 
  • Digitalizar os processos de produção para promover a economia circular pode tornar a sua empresa mais robusta, resiliente e rentável a longo prazo.
  • As práticas empresariais sustentáveis são hoje uma preocupação central de clientes, colaboradores, acionistas e parceiros da cadeia de fornecimento que querem responsabilizar-se e agir no sentido de uma maior sustentabilidade. 
  • Os clientes têm a expectativa de que a sua empresa controle e limite de forma consciente o seu impacto ambiental através de uma estratégia ambiental, social e de governança (ESG).

Vamos ilustrar o potencial de rentabilidade da economia circular através de um Caso de estudo.

Caso de estudo da economia circular: Teemill 

Construir um modelo de economia circular com os clientes em mente

Geralmente, as t-shirts são fabricadas com recurso a técnicas de impressão de produção em massa, já que é financeiramente mais viável fazer uma só encomenda de centenas de t-shirts do que produzir números aleatórios às dezenas. Isto significa que até 40% da roupa produzida é desperdiçada.

A Teemill é uma empresa que está a desbravar novos caminhos. É uma marca de moda sustentável que usa uma tecnologia patenteada para imprimir t-shirts recicláveis e sob encomenda, reduzindo drasticamente o desperdício e com recurso a algodão cultivado organicamente por agricultores. Além disso, os clientes podem reciclar as suas t-shirts usadas e transformá-las em algo novo.

Um bom exemplo de como a Teemill pode poupar reduzindo o desperdício é através da remoção das etiquetas, algo que encontramos normalmente na roupa com informações sobre o produto.

O cofundador da Teemill, Mart Drake-Knight, afirma: “Retirá-las é uma das melhores coisas que podemos fazer. Podemos excluir componentes do design, removendo o desperdício a fim de poupar. O desperdício é onde a sustentabilidade e a economia se encontram.

“No diagrama de Venn, sobrepomos sustentabilidade e economia, colocando o desperdício no centro. É possível encontrar excelentes oportunidades se eliminarmos o desperdício. Penso que isso é verdade para qualquer empresa.”

Como começar a sua estratégia de economia circular

Construir um modelo empresarial de economia circular é desafiante desde o início. Deparamo-nos com os custos da transformação digital, potenciais perturbações na cadeia de fornecimento e desafios culturais, tais como conseguir a participação dos seus colaboradores. 

Por onde devo começar? Comecemos com os colaboradores e a tecnologia.

Recompense os colaboradores que tenham mentes curiosas e uma forma de pensar inovadora.

Isaac Sacolick, Consulting Chief Information Officer (CIO) e especialista em tecnologia, afirma que um modelo circular de sucesso depende de um mindset cultural propício, e da contratação de colaboradores com as competências certas.

Isaac sugere o recrutamento e incentivo de colaboradores curiosos e ambiciosos, que sejam capazes de superar quaisquer desafios, pensando de forma inovadora.

Isaac aponta: “Precisamos de pessoas que façam perguntas, que olhem para a forma como os problemas são resolvidos e questionem os seus pressupostos.  

“Devem ser capazes de fazer pesquisa e ver a forma como as coisas são feitas, para além do domínio da produção e da distribuição. 

É útil ver como as outras indústrias usam a inteligência artificial (IA) e novos materiais. 

Isaac adianta: “Que materiais poderia considerar para construir as suas peças? Como pode encontrar materiais de produção mais genéricos para que não estejam tão acoplados à cadeia de fornecimento?” 

Contrate ou atualize os seus trabalhadores, facultando-lhes competências de análise de dados.

Os fabricantes e distribuidores necessitam de colaboradores com formação em tecnologias de dados avançadas, para que possam tirar o máximo partido da economia circular.

É vital ter uma equipa que consiga prever como o modelo circular irá afetar os custos de produção e considerar os riscos associados para além da qualidade e dos custos. 

“Se colocar mais recursos no meu produto, o que posso cobrar por ele?”, Questiona Isaac.

“Qual é a elasticidade dos preços que pratico se começar a comercializar algo que não fazia anteriormente? Estou à procura de alguém que analise todo o processo de produção.”

Six Sigma é um programa de controlo de qualidade que usa medidas de controlo estatístico para mostrar e remover as causas dos defeitos. O programa minimiza a variabilidade nos processos empresariais, o que, por sua vez, reduz o desperdício.

Ter colaboradores com formação em Six Sigma permite-lhes melhorar a qualidade de fabrico através da gestão, recolha e análise de grandes conjuntos de dados.

“Os colaboradores fazem a formação que lhes permite decompor os processos existentes e descobrir como os realizar de forma mais sustentável, com menos riscos, menos custos ou com novo valor ou um valor acrescentado.”

Relatório sobre o estado da economia circular.

Fabricantes e distribuidores procuram mudanças sustentáveis

Download gratuito

Utilização das tecnologias adequada

No nosso estudo, os inquiridos classificaram quatro tecnologias de transformação digital por ordem da sua importância na concretização das suas metas de economia circular.

  1. Infraestrutura e aplicações cloud (74%)

A cloud promove a transformação digital, tendo impacto em todos os aspetos do fabrico nos dias de hoje. Considere, por exemplo, a Enterprise Resource Planning (ERP), a formação do pessoal, ou apps que monitorizem as máquinas.

Com a economia circular, o software cloud contribui para a pesquisa, design e desenvolvimento de produtos de forma mais eficiente e com melhor relação qualidade/preço

A cloud transforma ainda os processos físicos. É possível produzir, fabricar e analisar produtos através da inovação usando processos que promovam a sustentabilidade, como, por exemplo, soluções digital twin e de impressão 3D.

Sage X3

Um negócio em expansão precisa de soluções rápidas e de utilização ágil. Assegure a melhor gestão financeira e uma produção e distribuição intuitiva e adaptável ao mercado. Ganhe competitividade e produtividade com o ERP certo.

Descubra mais
Homem de negócios em fábrica
  1. Análise de dados (68%)

A análise de dados pode auxiliar a sua estratégia de economia circular, agilizando o desenvolvimento dos produtos e controlo de qualidade, reduzindo, ao mesmo tempo, os custos de produção. Pode facilmente monitorizar a sua maquinaria e tirar o melhor partido dos seus recursos, ao eliminar o desperdício tanto quanto possível.

A análise de dados pode ainda fortalecer a cadeia de fornecimento, uma vez que faculta apoio logístico, na distribuição e calendarização de produtos.

  • Automatização (67%)

Os processos automatizados permitem agilizar os fluxos de trabalho, aumentar a produtividade e reduzir o erro humano. Poderá ainda produzir dados analisáveis que permitem melhorar o desempenho de produção da economia circular.

  • Internet das coisas (IoT) (48%)

Ao adotar a tecnologia IoT para maquinaria, endpoints no campo, ou produtos e peças, pode realizar a manutenção e monitorização preventiva, aumentando a eficiência em nome de uma maior sustentabilidade na economia circular.

Uma mina de ouro de sustentabilidade

A economia circular pode ser uma mina de ouro em termos de inovação se realizada com a tecnologia e as pessoas certas. Está também a fazer o que é correto, algo que está a tornar-se numa necessidade legislativa devido à implementação de regulamentos nas empresas em resposta às alterações climáticas.

Embora a economia circular esteja mais associada à sustentabilidade, existem formas de a rentabilizar a curto e longo prazo.

Mantenha o seu foco na recompensa e concentre o investimento em pessoas e tecnologia. 

Embora a economia circular esteja mais associada à sustentabilidade, existem formas de a rentabilizar a curto e longo prazo.